Archive for April, 2007

Adultério e traição

Monday, April 30th, 2007

Lendo o New York Times me deparei com o mais novo lançamento da escritora Pamela Druckerman chamado "Lust in Translation" que, na verdade, é uma pesquisa que ela realizou em vários locais do mundo sobre o tema "Adultério". E duas frases me chamaram a atenção na matéria:

"Tente não parecer feliz demais. Se você nunca cantou no chuveiro, não comece a fazer isso agora"

Esse é o conselho que a escritora dá às mulheres que traem seus maridos… pior que se pensarmos friamente no assunto, é bem verdade, né, não? Homem quando trai, age naturalmente, mas a mulher não consegue esconder aquele sorriso de felicidade de mulher que foi bem amada. A gente vê na cara que ela traiu e basta uma conversa para ela entregar o ouro e contar em detalhes a noite maravilhosa que teve com outro cara. Já o cara, se o faz, é para o seu melhor amigo ou, claro, se for do tipo babaca, conta pra todos os amigos em uma rodada de cerveja, mais para se gabar que para vangloriar a garota.

"Ao redor do mundo, o maior fator de risco para infidelidade é simplesmente ser homem"

Pois é, discordo um pouco… mulher também trai, em menor escala, tá certo, mas trai e trai com gosto e vontade. Acho até que trai mais por vingança e pirraça, nem tanto por amor. Pois mulher quando ama, larga logo o cara com quem está para ficar com o outro, dificilmente ela tem um amante. Homem consegue fazer isso por anos a fio, mas a mulher ainda tá engatinhando nesse quesito. Mulher simplesmente não consegue esconder quando está apaixonada, não dá. A gente exala amor por todos os poros, é impossível esconder.

                                

Mais à frente, na reportagem, a escritora diz que um dos homens entrevistados, um francês, justifica seu adultério dizendo ser a ‘aparência da esposa’ o motivo que o levou a fazer isso: "Eu não me sinto muito culpado porque eu pedi a ela tantas vezes que mudasse, que se vestisse melhor, de forma mais sexy, para ir ao cabeleireiro". Agora eu me pergunto: quando ele se casou com ela, ele não gostava dela do jeito que ela era? Então por que querer mudá-la agora? Tá, a rotina de um casamento acaba com qualquer romance, isso é verdade, e nem todo mundo presta atenção nisso a tempo. Mais: se ele não gostava mais dela do jeito que ela era, não era mais fácil deixá-la e partir para outra? Vai ver que ela mesma tava pensando a mesma coisa e quem garante que ela já não o estava traindo justamente porque ele não mais a motivava? Garanto que se essa mulher começasse a se arrumar mais, ele iria ficar bem desconfiado, não?

Por isso é que eu sempre digo: mulher é sempre mais corajosa em qualquer situação. Nessa, em particular, ela larga tudo por amor e não se importa com o que os outros vão pensar ou dizer ou se vai quebrar a cara ou não, ela simplesmente larga tudo e vai.

Eu sei disso porque já fiz a mesma coisa e nunca me arrependi. Por amor, eu faço tudo, mesmo que eu depois descubra que foi em vão e que eu não deveria ter perdido meu tempo com o elemento, mas quando a gente tá apaixonada, a gente não vê defeitos, não vê problema em aceitar a pessoa do jeito que ela é. Mas findo o amor… ai, ai, ai, aí é outra história… é aí que a gente vê tudo o que os amigos vinham tentando nos dizer e a gente tava cego de amor e não via, hehehe

Eu não sou a favor nem contra a traição, muito pelo contrário. Já traí e também já fui traída, moral e sexualmente e pra dizer a verdade, não sei qual das duas é pior. Também não sou do tipo "ou ela ou eu", se chegar nessa fase, eu sou a primeira a pular fora, pois não entro em briga que já tá perdida.

Agora, a única coisa que não faço é me trair e trair meus sentimentos. Já levei muito na cabeça, mas percebi que eu sou mais eu e mereço do bom e do melhor. E hoje eu não abro mão de qualidade!

Tá ruim mas tá bão

Monday, April 30th, 2007

Momento melô do otimismo para animar a segunda-feira de quem está trabalhando na véspera de um feriado e o chefe não deixou emendar… vamos lá, todo mundo cantando a música a seguir de Gilberto e Gilmar:

Tá Ruim Mas Tá Bão

Pra todos ‘probrema’
Existe solução
É usar o bom senso
Agir com o coração

Ontem fui convidado
Pelo meu patrão
Para um jantar
Na sua mansão
Certa hora mais tarde me chamou pro lado
E veio bravo me impôs a questão
Pra não te mandar embora vou ser obrigado a baixar seu salário
É sim ou não?
Daí eu pensei…

Tá ruim mas tá bão

Comprei um carro
De segunda mão
Andava muito
Era um avião
Um dia distraido
Entrei na contramão
Bati de frente
Com um caminhão
Além de estar errado e não ter seguro
Só tinha pago uma prestação
Perdi o carro, vou trabalhar dobrado
Mas não sofri nenhum arranhão
Daí eu pensei…

Tá ruim mas tá bão

Falei pra namorada que iria pra casa
Mas na verdade fui pro bailão
Ela também foi e não foi sozinha
Pois neste dia conheci o Pedrão
Até hoje dói neste peito meu
Ela ainda mora no meu coração
Arrumei um jeito, estou perto dela
É a sua mãe minha nova paixão
Daí eu pensei…

Tá ruim mas tá bão

Convidei um amigo e fomos assistir
Era a final do Brasileirão
O estádio lotado e ‘nóis mei apressado’
Entramos errado, era no outro portão
Saímos no meio do adversário
Ali nos pegaram, não teve perdão
Nunca vi tanto soco, apanhamos muito
Mas o nosso time foi o campeão
Daí eu pensei…

Tá ruim mas tá bão

                           

Palavras de amor jogadas ao vento…

Sunday, April 29th, 2007

Eu tava ouvindo agora essa música na voz dos maravilhosos César Menotti e Fabiano e me lembrei que uma vez eu disse a um amigo que escrever um blog era como ser um locutor de rádio: você escreve mas não sabe quem lê. O locutor fala e não sabe quem ouve. Ou se lêem. Ou se ouvem. Suas palavras são jogadas ao vento, sabe-se lá onde vão parar!

É por isso que eu adoro quando alguém deixa um comentário no meu blog e também é por isso que eu sempre mando um e-mail para os locutores ou, em alguns casos, até telefono pra rádio pra dizer que estou ligada na programação. Acho isso legal por que mostra que o trabalho não está sendo em vão, que pelo menos tem alguém ali curtindo o que eles estão fazendo, não apenas com o rádio ligado para servir de fundo musical enquanto a gente trabalha ou limpa a casa ou sei lá mais o que.

Tô falando tudo isso porque ontem li um comentário muito carinhoso da Rose, locutora da Guararema FM de Blumenau que me contou que gostou tanto do meu blog que até colocou nos seus ‘Favoritos’ e que sempre me visita aqui. Ela, uma locutora talentosa, uma mulher linda e super ocupada em seu trabalho e que não se cansa de atender meus telefonemas pedindo Guto e Nando e "Leilão", ainda guarda um tempinho para ler o que escrevo.

Ganhei o dia, nossa! Principalmente porque muitas vezes aquela pessoa que tá tão perto de você ou que se diz seu amigo, não tem tempo de ler o que você escreve ou para telefonar e saber como você está. Exemplo disso é que fiz uma cirurgia na boca e teve gente que só soube semanas depois do ocorrido. Ou seja, se eu tivesse morrido, a pessoa nem teria sabido!

Rose, super obrigada pelo carinho, viu? No meu carro só dá Guararema e não perco uma só promoção de vocês! Toda a equipe tá de parabéns pela produção dos shows e eu fico muito feliz em vestir a camiseta que ganhei da rádio! Suas palavras não são jogadas ao vento não, viu? Elas vêm direto pro meu coração!!! Um beijo muito carinhoso pra você e pra toda a equipe da Guararema FM.

                                             

VIP’s

Sunday, April 29th, 2007

Mais um link bem legal que eu vi lá no blog da minha querida Rosana Hermann: lista dos VIP’s que dividem contigo o mesmo aniversário. Eu fui ver quem apaga as velinhas comigo e, que legal, estou acompanhada de uma rainha (D. Maria I), um jogador de basquete (Michael Jordan), um piloto automobilístico (Graham Hill), um cantor romântico (Amado Batista), uma atriz linda e talentosa (Rene Russo), uma socialite que dá o que falar (Paris Hilton) e um legítimo Viegas, Carlos Viegas Gago Coutinho, que foi o precursor da navegação aérea (1917) e que realizou o primeiro vôo Lisboa e Rio de Janeiro (30/03 a 17/06/1922), com Sacadura Cabral (será que é por isso que eu adoro tanto andar de avião? Tá no sangue da Viegas aqui…)

Pensando bem e analisando todos eles, além da data do aniversário, temos muitas coisas em comum. Mas eu senti falta de uma pessoa no 17 de fevereiro: meu querido Bryan White, um cantor country que além de ser um talento, é uma pessoa extraordinária, um doce, um fofo! Sou apaixonada por ele e não vejo a hora de voltar a Nashville para vê-lo novamente! Já sugeri ao pessoal do site para que ele seja incluído, tomara que eles aceitem minha sugestão!

E você, quem faz aniversário contigo? Veja lá e me conte!!!!

Geografia: Mulheres e Homens

Sunday, April 29th, 2007

Momento Discovery Channel deste blog:

Geografia das Mulheres

Entre 18 e 25 anos, a mulher é como o Continente Africano: uma metade já foi descoberta e a outra metade esconde a beleza ainda selvagem.
Entre 26 e 35, a mulher é como a América do Norte: moderna, desenvolvida, civilizada e aberta a negociações em troca de muito dinheiro.
Entre 36 e 40, é como a Índia: muito quente, relaxada e consciente da sua própria beleza.
Entre 41 e 50, a mulher é como a França: suavemente envelhecida, mas ainda desejável de se visitar.
Entre 51 e 60, é como a Iugoslávia: perdeu a guerra, é atormentada por fantasmas do passado, mas se empenhando na reconstrução.
Entre 61 e 70, ela é como a Rússia: espaçosa, com fronteiras sem patrulha. A camada de neve oculta grandes tesouros.
Entre 71 e 80, a mulher é como a Mongólia: com um passado glorioso de conquistas, mas com poucas esperanças no futuro.
Depois dos 81, ela é como o Afeganistão: quase todos sabem onde está, mas ninguém quer ir até lá.

Geografia dos Homens

Entre os 15 e 80, o homem é como Cuba: governado por um só membro…

                                          

Tempestade de areia

Saturday, April 28th, 2007

Os dias estão ficando mais curtos, o sol está indo embora mais cedo e já se pode sentir uma brisa fresca no ar… este é um recado do céu para que eu aproveite ao máximo a Praia do Pinho, pois daqui a pouco não será mais possível.

Hoje eu contei quantas pessoas estavam lá: 2, contando comigo. Depois um rapaz se achegou todo tranquilo, colocou sua toalhinha ali perto da minha e lá ficou, de olho no lance… e eu só filmando… uma praia enorrrrme daquelas e o cara vem ficar do meu lado… e do lado dos casais, ou seja, no lado proibido pra ele? Me poupe…

Enifm, como estava zen (zen vontade de brigar), fiquei na minha. Passada uma hora mais ou menos, vieram mais dois rapazes bem pimpões e perguntaram pro cara ao meu lado "Vocês não se importam se a gente ficar aqui, né?" e o cara respondeu "Nós, não". E o casal "É, porque aqui não tem lei mesmo, ninguém disse nada, então a gente pode ficar onde quiser, né?"…

Ahhhhh… pra quê? Eu me levantei e fui logo dizendo "Nós o caramba, eu estou aqui sozinha e sozinha vou continuar. Homens sozinhos têm que ficar lá do outro lado, aqui é só para casais e mulheres sozinhas. Este rapaz aqui do lado, inclusive, está errado e deveria estar do outro lado". Um dos rapazes disse "E por que homem sozinho tem que ficar pra lá?". Eu respondi "Porque homem sozinho ou com amigos vêm pra caçar e mulher sozinha vem pra tomar banho de sol, é a lei, não vem brigar comigo, apenas vá para o seu lado e pronto. Senão daqui a pouco vem o segurança da praia e retira vocês".

O rapaz que estava ao meu lado disse "Ih, eu não sabia disso" e começou a recolher as coisas para ir para o outro lado. E o casalzinho de rapazes pimpões saiu pisando duro na areia e eu ainda ouvi um deles dizer "Caramba, tem 7 mulheres para cada homem e eu não consigo pegar uma pra vir à praia comigo!!", hahahahahahhahahah tadinho, tive que rir, haahahahahahahaah e olha que os dois não eram nada maus, viu? Mas lei é lei, temos que cumprir, senão vira zona. A praia é de nudismo, mas é de respeito!

Como disse uma amiga, até pelada eu arranjo encrenca, hahaha mas com meu lado de praia mais tranquilo, pude tomar meu banho de sol sossegada. Um amigo apareceu, fomos caminhar juntos, batemos um longo papo, ele foi embora e eu fiquei mais um pouco. Outro rapaz apareceu caminhando e me ajudou a pegar minha revista que tinha voado longe por causa do vento e acabamos batendo um bom papo. Mas tava ventando demais da conta e eu tava parecendo mais um bife à milanesa que qualquer outra coisa… ventava de levantar uma cortina de areia e você não enxergar nada! Então tive que vir embora pra casa… ai, ai, com os dias mais curtos, vai ficar mais complicado meu banho de sol!

                                        

É namoro ou amizade?

Saturday, April 28th, 2007

Ai, a Hellen me mandou um link que me deixou devastada… meu amadoamorsonhodeconsumo Owen Wilson está mesmo namorando a atriz Kate Hudson!!!

Eu só não encho a cara dela (da Kate, claro) de bolacha porque eu gosto dela e estamos no mesmo caminho. Explico: no filme Um Presente Para Helen, ela contracenava com o bonitão John Corbett, aquele que fez o noivo dos sonhos do filme Meu Casamento Grego e eu o conheci pessoalmente no ano passado em Nashville. Ou seja… agora o Owen é o próximo da lista!!!

Portanto, Da. Kate, vai aproveitando enquanto pode, porque depois que eu pegar o Owen de jeito, não vai sobrar nem DNA pra senhora, tá? Depois não diga que não avisei. Agora vou ali entornar a segunda garrafa de vinho goela abaixo e já volto…

Homenagem do Som da Viola

Friday, April 27th, 2007

Quero agradecer publicamente ao meu querido Edu e a toda a turma do Som da Viola pela linda homenagem que fizeram ontem para o Marquinhos no American Country Music tocando uma música do Villa Country Band… valeu, Edu!!! Não só o talento de vocês, mas também o carinho que vocês têm com o seu público é que fazem a diferença e todo o sucesso da web rádio.

O show tem que continuar, a vida não pode parar e a gente já vai ficando aqui com saudades da voz do Marquinhos. Aliás, ontem me lembrei que foi na voz dele que ouvi pela primeira vez a música "Leilão" que eu tanto amo… Com certeza, a cena sertaneja perdeu um de seus melhores intérpretes… o Villa Country não fechou, mas a Villa Country Band foi dispensada de tocar à noite (super obrigada aos donos da casa que foram sensacionais).

Em Balneário Camboriu caiu uma chuva forte às 19 hs, mas mesmo assim fui à pé até a igreja prestar minha homenagem e pedir ao padre para rezar uma missa em nome do Marquinhos… afinal de contas, meu coração está casado com a Villa Country Band desde o primeiro dia, foi amor à primeira vista e estou com eles na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, sempre.

Não importa a distância que nos separe, em meu coração nós estamos todos juntinhos, bem juntinhos!!!

                          

Nosso corpo

Friday, April 27th, 2007

Sempre quando a gente perde alguém muito jovem, a gente pára para pensar na vida e no que estamos fazendo com nosso corpo. Será que estamos cuidando bem dele para que ele aguente todos os trancos que aparecem à nossa frente? Será que estamos dando atenção aos pequenos detalhes que, num futuro próximo, poderão ser a causa de nossa morte?

Por coincidência, ontem eu tive avaliação física na academia. A primeira que fiz foi no dia 14/09/05 e meu treinador vinha me cobrando uma nova para vermos meu desenvolvimento. E o resultado até que foi bem satisfatório, levando-se em conta que estou parada há mais de duas semanas por causa da cirurgia na boca e, apesar disso, ando comendo feito lima nova…

As medidas: o tórax aumentou de 72,50 cm para 79,70, a cintura diminuiu de 68,00 para 67,50 (hehehe pouco, mas já fiquei feliz!), o abdome foi de 70,00 para 73,50 e o quadril veio de 92,50 para 88,50 (segundo o treinador, perdi os culotes e as benditas gordurinhas mal localizadas).

Mas o melhor vem agora… cresci um pouquinho: de 156,50 cm fui para 158,50 cm e emagreci também: de 48,50 fui para 47,60 (tá, tá, sei que é pouco, mas se vocês vissem o quanto eu como, bateriam palmas!!!). No resumo geral, o que me deixou mais feliz mesmo foi que a porcentagem de gordura ideal para meu corpo (que deveria ser de 22%) caiu de 17,97 para 16,83 e meu peso ideal que é de 51,01 passou para 50,76. Ou seja, ainda posso comer bastante para chegar ao peso ideal e à porcentagem de gordura adequada para meu corpo.

O treinador ficou feliz e disse que amanhã já temos novo plano de exercícios para aumentar coxas e braços, pois o restante está indo bem. Ele me deu os parabéns e disse que poucas mulheres na academia têm o mesmo condicionamento físico que eu, principalmente as da minha idade.

É, eu acho que tô cuidando bem do meu corpo e parece que ele vai durar ainda por um bom tempo. Agora é cuidar do coração… tadinho, esse anda maltratado, esquecido, cheio de remendos, esparadrapos e band-aids, mas nada que o tempo não cure. Infelizmente, pra isso, não existe treinador nem academia que dê jeito.

                                            

A casa tá ficando pequena…

Thursday, April 26th, 2007

34 anos. Um menino ainda. Ele era do tipo gordinho que toda mulher gosta de abraçar, mas teve um problema de saúde e recebeu medicação errada. Ficou 3 meses afastado da Villa Country Band e internado em um hospital. Voltou dezenas de kilos mais magro, mas feliz. Eu, acostumada a vê-lo gordinho, estranhei, mas fiquei contente em saber que ele estava de volta e bem de saúde. Perguntado se ele ia processar a médica pelo erro, ele disse que não queria mais saber do assunto, que queria era viver e cantar. Era homem de bom coração, mas foi justamente o coração que não aguentou.

Morreu nesta madrugada Marquinhos (Marcos Sileman), um dos vocalistas da Villa Country Band. Ele, que nos encantava com suas versões sertanejas para os sucessos da banda no momento acústico do show e também me mimava com "A Casa Ficou Pequena", sucesso de Guto e Nando, na sua voz maravilhosa.

Há exatos 12 dias tiramos essa foto juntos e demos muitas risadas no camarim. Ele estava muito feliz, saudável, de bem com a vida… com a vida que lhe foi curta, muito curta. Todos da banda estão em estado de choque… eu estou em estado de choque… ele vai fazer muita falta naquele palco.

Rosinha_Marquinhos_Lilian.jpg

Se você sabe rezar, reze por ele. Se não sabe, faça pelo menos um pensamento bem positivo, de luz, pois o Marquinhos era uma pessoa muito, muito querida. O bom é que eu tive a chance de dizer isso a ele. Pena não ter dito mais vezes… na verdade, ele sempre foi tímido, mas neste dia ele estava mais falante, nos ajudou com as fotos, brincou com todo mundo… quem iria imaginar o que a vida estava nos reservando…

Com certeza, ele tá lá no céu agora, cantando e encantando os anjos com sua voz! Seu sorriso e sua alegria de viver vão ficar em nossa memória, pra sempre. Um beijo, meu querido. O Villa Country não será o mesmo sem você, mas sei que toda vez que eu for lá, vou sentir você por perto, pois você estará sempre em nossos corações.

                                              

Update: ele está sendo velado no Hospital São Caetano (Rua Rio Grande do Sul, 790) e amanhã será cremado no Cemitério de Vila Alpina. Eu queria ir, mas prefiro guardar na memória a alegria de vê-lo no palco fazendo o que gostava: cantar. E aqui uma bonita homenagem que o pessoal da Fotos Country fez para ele… parabéns, gente, ficou lindo!