Archive for September, 2007

Dia da Secretária

Sunday, September 30th, 2007

Eu acho que nunca tive um Dia da Secretária tão bem comemorado como neste ano. A festa já começou no sábado pela manhã, quando recebi uma enorme cesta de café-da-manhã da empresa. À tarde, fui para Joinville, onde passei um dia maravilhoso com as amigas Vanessa, Giselle e Viviane com direito a presentes (da Vanessa e da Giselle ganhei o Cd do Jota Quest com minha música tema "Já Foi", da Viviane ganhei sabonetes e óleo trifásico da Natura na fragrância Pitanga – não sou a Camila/Bebel, mas tenho ‘catiguria’, hehehe e de mim mesma – porque eu também me amo – eu ganhei o Cd do britânico Mika e a coleção completa em DVD do seriado "Os Normais"). Foi uma tarde de muita animação no shopping, que seguiu noite adentro na sala com muita risada com as loucuras de Rui e Vani no recanto do lar da família Moser (que eu já considero minha e amo de paixão) e depois no quarto, bem ao estilo anos 60, com  as três ‘adolescentes’ dividindo a cama e rindo até 3 hs da madrugada!

E já na manhã de domingo, mal cheguei a Balneário e já fui para Pomerode comer marreco recheado no Restaurante Wunderwald com um amigo (Rose, só recebi sua mensagem ao celular depois das 22 hs, que lerdeza de telefonia essa!!!). Na volta, dei uma força pra ele em algumas versões para o inglês e depois passamos horas hilárias vendo Os Normais. E quando o dia parecia que ia acabar, eu recebo a visita de alguns amigos da empresa que me presentearam com uma loção corporal maravilhosa da Racco (amei, Big D!) e muito amor e carinho, com direito a me pegar no colo e rodar no ar e tudo!

A todas as amigas de profissão, meus parabéns. Espero que vocês também tenham tido um dia maravilhoso como eu!

                                   

Claro que tenho que ressaltar que o dia não teria sido tão bom se não tivesse sido passado ao lado de amigos tão carinhosos e maravilhosos! Amigos assim, como eu tenho, não têm preço e não há cartão de crédito que pague!

Na estrada

Saturday, September 29th, 2007

E hoje é dia de pegar a estrada e ir para Joinville visitar amigos e passar o dia com gente bonita e animada. Olhando o site e clicando na foto do moinho bem na entrada da cidade, vi uma foto que me fez lembrar o ano de 1985, quando eu, então uma senhoura casada de respeito, fui viajar com meu esposo consorte (hoje pastor de igreja!) fazer uma excursão de ônibus (não ria, você também já fez isso, teu passado também te condena!) pelo Sul do Brasil. E se tem uma coisa que eu me lembro de Joinville são essas Palmeiras Imperiais em frente ao Museu da Imigração… eu tenho que voltar lá, afinal de contas, já se passaram 20 anos, muita coisa mudou, mas as palmeiras ainda estão lá firmes e fortes!

                                  

Pra quem vai comigo, é diversão na certa. Pra quem fica, um bom sábado também!

Papo de pescaria

Saturday, September 29th, 2007

Dois  pescadores estão à beira do rio bebendo uma cerveja geladinha e observando  com atenção as bóias,  quando um deles diz :

Jorge, eu acho que  vou me separar da minha mulher, já faz três meses que ela não fala comigo !

O outro, sem tirar os olhos da bóia, após refletir uns momentos lhe diz:

Pense  bem, Alberto, hoje em dia tá muito difícil encontrar uma mulher assim !!!

                                     

Amor além da vida

Friday, September 28th, 2007

Certos detalhes não passam despercebidos por mim nem que eu esteja dormindo. Quando eu era casada, meu ex me contou que ele acordou um pouco antes que eu e ficou me olhando… o rádio relógio tocou e começou uma música, uma música qualquer… e eu continuei dormindo. De repente, começou a tocar The Monkees e… e eu acordei dizendo "Monkees, Monkees" hehehe ainda me lembro dele dizendo "Credo, Ró, você ama esses caras até dormindo!".

                                             

Como faço todos os dias, antes de começar a trabalhar, eu sintonizo meu computador na VH1 e escolho uma estação de rádio online. Tem dias que estou pra blues, tem dias que estou pra country, tem dias que estou pra rock. Hoje foi esse dia. E qual não foi minha surpresa quando ouvi uma música que fazia uma menção aos The Monkees que tanto amo: Big Sur, do grupo inglês The Thrills. Pense numa pessoa super atarefada, com muita gente ao seu redor, três linhas telefônicas tocando + um celular e que ainda consegue ouvir a letra de uma música que estava sendo tocada em um volume baixo o suficiente pros chefes não ouvirem! Essa sou eu.

                                              

Eu em frente ao computador e a Tv ligada no filme "Analisando o Amor" com a Courtney Cox-Arquette e o David Arquette… de repente, o personagem dele começa a cantar "I’m a Believer" dos The Monkees!! E mesmo concentrada no que estava fazendo, desliguei completamente quando ouvi a canção que marca toda minha vida. E quando eu digo que os The Monkees são amor além da vida tem gente que duvida, bah!

Detalhes

Friday, September 28th, 2007

A vida é feita de pequenos detalhes que se transformam em bons momentos, como por exemplo receber uma mensagem ao celular, tarde da noite, com um beijo de boa noite, abrir a geladeira e comer aquele pedação de marrom glacé que você viu no supermercado e não resistiu, ganhar um pacote de trufas de chocolate lindamente decorados dois dias antes do Dia da Secretária e de alguém que você nem esperava fosse se lembrar da data, ouvir de um colega de trabalho que um cliente do exterior te elogiou pelo excelente atendimento dado a ele, ouvir seu nome no rádio seguido de uma música do Guto e Nando oferecida por uma amiga querida, não ter vergonha de chorar em frente a tv mesmo já tendo assistido o mesmo capítulo de Sex and The City uma dezena de vezes, ter suas lágrimas carinhosamente lambidas por um dos seus gatos… coisinhas assim fazem o meu dia mais feliz! Porque eu posso!

 

 

Atualize-se

Friday, September 28th, 2007

O dia da secretária está chegando e uma das coisas que a gente mais preza nessa profissão é a atualização, seja de informações, de banco de dados, de mailing list, enfim, uma boa secretária tem que estar sempre atenta a tudo que se passa ao seu redor, tem que ter uma antena parabólica, ser digital e estar ligada 30 hs por dia!

Mas nem todas são assim (como eu hehehe)… ontem à noite recebi uma ligação que me deu a certeza disso. O celular tocou e vi que era um número confidencial, mesmo assim, atendi. A pessoa do outro lado falava em inglês e um inglês com bastante sotaque. A ligação estava bem ruim e o shopping onde eu estava era bem barulhento. Saí correndo para o estacionamento e consegui falar com a pessoa. Pela voz, reconheci que era a secretária de um alto executivo dos Emirados Árabes procurando pelo meu chefe. Detalhe: eu não trabalhava mais naquela empresa nem para aquela pessoa desde Janeiro deste ano.

Se eu fosse uma pessoa qualquer e sabendo das barbaridades que aquele executivo tinha falado a meu respeito e a respeito de todos os meus amigos que não compartilhavam com a mesma opinião dele sobre a forma de conduzir os negócios, eu teria apenas dito "Olha, me desculpe, eu não trabalho mais nessa empresa e não posso te ajudar", mas como eu me conheço e sei que não dormiria tranquila, conversei com a colega de profissão, expliquei a situação e passei o número de três pessoas em SP que poderiam ajudá-la a localizar a secretária do executivo que ela procurava. Mas, claro, antes liguei para essas pessoas para avisá-las, mas qual não foi minha surpresa ao ver que os três telefones davam caixa postal.

Eu poderia ter simplesmente pensado "Ah, quer saber, não é problema meu", mas não. Eu recorri ao plano B. Liguei diretamente para o tal chefe. E ele já estava nos Emirados Árabes, mas devia estar dormindo ainda, pois tomou um susto quando eu falei meu nome e expliquei que a secretária do outro executivo havia ligado pra mim procurando por ele porque queria fazer uma alteração no programa de reuniões daquele dia. Percebi que demorou alguns minutos para ele se tocar que eu não era mais a sua secretária desde janeiro, mas que, enfim, se tinham me procurado, eu devia pelo menos fazer bem meu papel em passar um recado. E o fiz.

Ao desligar, me senti com o dever cumprido e aquela sensaçãozinha de "Putz, ele pode falar o que quiser, mas que eu sou uma boa profissional, ah, isso eu sou mesmo". Afinal de contas, se formos comparar, as duas secretárias desses dois executivos estavam beeemmmm desatualizadas, hem? Tanto a dos Emirados Árabes quanto a de São Paulo não tinham trocado telefones desde a mudança? Que foi em janeiro? Há 8 meses? Dava até para ter nascido um bebê, gente!

Quer saber? Tá é para nascer alguém como eu, isso sim. Modéstia à parte, eu sou muito boa no que faço e nem ele nem ninguém pode negar!

                                           

Aniversariante do dia

Thursday, September 27th, 2007

Calma, calma, calma, o dia não acabou! Então eu ainda tô em tempo de dar os meus parabéns e mandar todo o meu amor para a Kátia, a loira mais gostosa de Blumenau!!!! Feliz aniversário, querida!!! E tuuuuuuuuuuuuuuudo de bom! Eu te adoro, viu?

                                       

Tratamento animal

Thursday, September 27th, 2007

Eu concordo em gênero, número e grau com esta matéria sobre animais domésticos trazendo benefícios aos seres humanos, inclusive combatendo a depressão. Com 7 gatos em casa, eu mal tenho tempo de ficar sequer preocupada, imagina com depressão, hehehe o carinho é 100% 24 hs, 7 dias por semana, 31 dias por mês, 365 dias por ano, inclusive sábados, domingos, feriados, dias santos e ano bissexto. Animais são tudo de bom, sempre!

Amigo

Thursday, September 27th, 2007

Recebi da minha querida amiga Vanessa, a companheira de Villa Country e Guto e Nando e mando de volta pra ela e pra Rose, a mais nova integrante desta comitiva country sertaneja, hehehehe seguuuura peão que essas três aquarianas juntas vão abalar a cidade!

amigo.jpg

 

Ocê num mi óia!

Thursday, September 27th, 2007
Lá na roça, um menino e uma menina foram criados juntos, desde que eram bem miudin…
 
O tempo foi passando, passano, eles foi creceno, creceno. Aí se casaram.
 
No dia do casório, sacumé, povo da roça não viaja na lua de mér, já vai direto pra casinha de pau a pique.
 
Chegano lá na casinha, o Zé, muito tímido, vira para Maria e fala: "Ó Maria, nois vai tirano a rôpa, mais ocê num mi óia nem ieu ti óio, vamu ficar dis costa".
 
Maria responde: "Tá bão Zé. Intaum eu num ti óio e ocê num mi óia, cumbinado".
 
Nisso Maria abre a malinha de papelão novinha que ganhou do pai, tira a camisola que ganhou da mãe. Maria tira a roupa. Ao vestir a camisola notou que a mãe tinha lavado, ponhou no sór pra módi quará e ficá bem branquinha. Tava um capricho só a camisola. Só que a véia usou goma demais pra passar a camisola, deixando muito engomada.
 
Maria então diz:  "Meu Deusducéu, cuma é qui eu vô drumi com um trem duro desse?"
 
Aí o Zé fala: "Ah Maria! Assim num vale! Ocê mi oiô né?"
                                                               
Só meu amigo Laert Sarrumor pra me fazer rir assim, viu? Valeu, adorei!