Archive for June, 2008

Bota fora

Monday, June 30th, 2008

Algumas pessoas ao nosso redor são como as folhas de uma árvore: se você olhar bem, vai ver que tem uma que não presta, que está ali só pra te atrapalhar, pra te empatar o caminho, pra te desequilibrar mesmo. E o que a gente faz? Para o bem da árvore, a gente arranca aquela folha e joga-a fora. E, claro, fica de olho para ver se outras não aparecem. Muitas vezes, depende da gente aceitar que uma folha não vai pra frente mesmo que você cuide muito bem da árvore.

Que hoje você possa abrir bem os olhos e ter a coragem de tirar da sua frente quem não te faz bem e só destoa da paisagem bonita que você planejou pra sua vida!

Palha boa

Sunday, June 29th, 2008

E que surpresa boa eu tive agora ao ver que fui lincada no blog do Rodrigo Schauffert ao lado de uma pessoa que eu amo e respeito pra caramba, como a Rosana Hermann. Muito, muito legal o blog deste catarinense que postou no dia 27 de Junho um video que eu a-do-ro sobre ‘camisinhas’, hehehehe eu acho o máximo! Vá lá e veja, é sensacional! Garanto que você vai pensar duas vezes antes de transar sem camisinha 🙂

Rodrigo, um beijo pra você e obrigada pelo carinho, viu?

Made in Japan

Sunday, June 29th, 2008

Não, gente, olha que coisa mais fofa que recebi ontem diretamente do Japão de minha amiga de infância, a Helena:

São vários potinhos e “ohashi” (aqueles palitinhos de madeira que servem de talher para comer sushi e sashimi), postais de Nagoya, um porta-tudo lindo de viver, os famosos gatinhos da sorte e até petiscos de siri para meus gatos que AMARAM o presente e estão se lambendo até agora de felicidade!!!

Agora vou comemorar os 100 anos de imigração japonesa aqui em casa e à hora que eu quiser, uhuuu Helena, super super super ARIGATÔ, eu amei de paixão, viu??? Só você mesmo pra mandar um presente do outro lado do mundo!!!

Maçã do amor

Sunday, June 29th, 2008

E vocês estavam achando que eu ia passar as festas juninas em brancas nuvens sem maçãs do amor? Na na ni na não…

E olha que pra conseguir estas aqui eu tive que conversar muiiiiiito, viu? É que na minha rua todo ano tem festinha junina de uma escolinha infantil e eu sempre dou uma passada lá pra comer uns quitutes, mas como ontem eu tinha um compromisso às 16 hs, eu tive que ir lá antes… antes mesmo de a festa começar!

O povo tava montando as barracas e eu cheguei na boa pra uma das meninas da organização da festa e perguntei se eles iam vender maçãs do amor. Ela disse que sim e eu expliquei que morava no prédio ali ao lado, que frequentava a festa todo ano, mas que neste ano eu tinha outro compromisso, mas não podia ficar sem o meu doce preferido de festa junina.

Ela disse que normalmente não faria isso, mas como ela me conhece e sabe que adoro maçãs do amor, pediu para uma das meninas ir buscar uma pra mim. Mas eu disse que queria QUATRO, hahahaha nunca vi alguém vender maçãs do amor com tanta alegria! Fui a primeira cliente do dia e comecei bem, levando uma boa quantidade!!

Mês que vem temos a festa da tainha aqui em Balneário e já fui escalada pra cuidar da barraca da maçã do amor… comparando, é o mesmo que botar uma raposa pra tomar conta do galinheiro… mas, enfim, vou tentar me controlar para não comer o estoque todo, hahaha

Em tempo: duas dessas maravilhas doces já estão devidamente alojadas em meu estômado e o fim das outras será o mesmo. E logo!

Vinho quente e cama!

Saturday, June 28th, 2008

Agora que temos a ‘lei seca‘, eu que não me arrisco a sair de casa, principalmente agora depois de ter bebido essa xícara enorme de vinho quente!!!!

Com certeza eu seria detida, ai! Melhor me deter em minha cama quentinha, hehehe

Thank God…

Friday, June 27th, 2008

it’s Friday!!!!

Casaquinho pra gato

Friday, June 27th, 2008

… será que eu acho dois em tamanho XXL????

Aniversariante do dia

Thursday, June 26th, 2008

Mas esta quinta-feira não foi só de tristeza, não, está sendo também de alegria, pois hoje é o aniversário da Aliene, uebaaaaaaaaaaaaaa!

Ela quem me achou no Orkut, que me acompanhou nas baladas do Villa Country, que lançou a dança ‘alienística‘, que nos encanta sempre com seu sorriso largo, sua delicadeza, sua alegria de viver, seu tudibão que ela é!!!! Ela é como a música de Anderson e Alyson: FORA DE SÉRIO!!!!

Te adoro, Aliene e desejo tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo do bom e do melhor pra ti, viu????

Then you can tell me goodbye

Thursday, June 26th, 2008

Falando ainda em Sylvinha e Eduardo Araújo, eu me lembrei de uma música que conheci na voz de Neal McCoy chamada “Then you can tell me goodbye”. A letra tem tudo a ver com este momento e eu adoraria ver o Eduardo cantando essa música… é a cara dele e perfeito para esse amor lindo dele com a Sylvinha. Se alguém se encontrar com ele antes de mim, por favor, falem isso pra ele!

A versão original é de 1967 do grupo The Casinos e a letra diz tudo, tudo, na linguagem mais simples e direta do amor. Com vocês, direto do túnel do tempo, pare o que estiver fazendo agora, dê um ‘play’ no video clip e acompanhe com a letra… depois que tiver decorado, é só fechar os olhos e viajar em sonho…


Kiss me each morning for a million years
Hold me each evening by your side
Tell me you’ll love me for a million years
Then if it don’t work out
Then if it don’t work out
Then you can tell me goodbye

Sweeten my coffee with a morning kiss
Soften my dreams with your sighs
Tell me you’ll love me for a million years
Then if it don’t work out
Then if it don’t work out
Then you can tell me goodbye

If you must go, oh no, I won’t grieve
If you wait a lifetime before you leave

Then if you must go
Mmm, I won’t tell you no
Just so that we can say we tried
Tell me you’ll love me for a million years
Then if it don’t work out
Then if it don’t work out
Then you can tell me goodbye

HeartsHeartsHeartsHearts

Um anjo chamado Sylvinha Araújo

Thursday, June 26th, 2008

Hoje meu dia não começou bem… é que logo cedo eu soube da morte da Sylvinha Araújo e fiquei tristinha. Não pela música ter perdido um ícone, não por eu ter perdido um ídolo, mas por Eduardo Araújo ter que se separar fisicamente do grande amor de sua vida.

E era um amor lindo, verdadeiro, daqueles que duram uma vida toda. E era fácil de ver isso. Eu conheci os dois pessoalmente e cheguei inclusive a comemorar meu aniversário com a presença dele na Rádio Club Brasil ali em Moema, em SP. Eduardo super animado, subindo e dançando em cima das mesas, Sylvinha sempre alegre e doce com todos, afinadíssima na voz e delicadíssima com os amigos. E seus filhos eram o reflexo daquilo tudo, uma extensão daquele amor, daquela simpatia em dose dupla.

São imagens que ficarão guardadas em meu coração pra sempre, como esta apresentação dela na tv há alguns anos. Hoje o céu ganhou mais um anjo e um anjo cheio de melodia a nos embalar lá de cima. Que o amor que ela dedicou ao Eduardo em mais de 40 anos de vida a dois dê forças a ele para continuar até que eles se encontrem novamente para começar uma nova história. De amor. Eterno.

Angel 2

Pausa para voltar a mim mesma…

Gente, agora o Maurício me derrubou com este vídeo de Zezé Di Camargo e Sylvinha Araújo cantando “How Can I Go On“… eu estou passada, arrepiada até o último fio de cabelo dos lugares mais íntimos e inimagináveis… é sensacional! Vanessa e Adinha, vocês já tinham visto isto? Vocês vão morrer… Maurício, amei de paixão, super obrigada, viu? Esse vídeo foi uma das coisas mais lindas que o Zezé já fez e não vejo a hora de vê-lo em Gaspar e você vai estar lá comigo. E, claro, se tivermos chance, vamos agradecê-lo por este presentão que ele nos deixou! Valeu, adorei, obrigada mesmo, viu?